17 de novembro de 2017 Consultório na Rua desenvolve diversas ações de promoção à saúde para população em situação de vulnerabilidade em Natal
Por Ascom Cosems-RN

O Consultório na Rua se mostra com uma estratégia que procura ampliar o acesso da população em situação de rua aos serviços básicos de saúde. Em Natal, a Secretaria Municipal de Saúde desenvolve o serviço, de caráter itinerante, atua com três equipes, contanto com profissionais de nível superior (enfermagem assistência social e psicologia) e nível médio (técnicos em enfermagem) que se dividem em UBSs do Distrito Leste e Distrito Sul, contemplando a USF de Ponta Negra, a UBS São João e a Unidade Mista de Mãe Luiza, além do Centro POP.

O Consultório na Rua tem a função de universalizar o acesso à saúde, no tocante ao acesso integral ao SUS. A partir disso, buscamos facilitar este acesso à população que se encontra em estado de vulnerabilidade, fazendo a vinculação dessas pessoas por meio do serviço de atenção básica, bem como instruindo-as a respeito de seus direitos, propiciando o acesso a documentos básicos e o cartão do SUS”, observou Glícia Kalliani, coordenadora do Consultório na Rua (SMS).

Glycia destacou que o Consultório na Rua realizou somente este ano, duas grandes ações que foram, consultas com médicos, dentistas, enfermagem possibilitando teste rápido para HIV, sífilis e Hepatite, curativos, vacinas, atendimento psicológico, além da oferta de corte de cabelo e bazar gratuito, integrando as três equipes com suporte e apoio da Unidade Básica de Saúde de São João.

A outra ação foi em alusão ao Outubro Rosa que aconteceu na Unidade Mista de Mãe Luiza, destinado para mulheres em situação de rua, com oferta de preventivos, testes rápidos, corte de cabelo, sobrancelhas, maquiagem, rodas de conversa, relaxamento, distribuição de absorventes, brindes e lanche.

E na rotina diária foram desenvolvidas rodas de conversas nos serviços da assistência, seja Centro POP como também no Albergue Municipal de Natal, sobre temas variados como DSTs, cuidado pessoal, tuberculose, entre outros”.

Com as ações conseguimos garantir acolhimento dos serviços de saúde para a população em situação de rua. Essas atividades são momentos importantes tanto para os serviços, como para e profissionais que realizam o atendimento, pois percebem essa população como um usuário de direitos e deveres e muitas vunerabilidades. Para a população em situação de rua, conseguimos trabalhar ações de promoção da saúde e prevenção de doenças e fazer a vinculação para que eles possam ter o acesso aos serviços de saúde, mesmo sabendo que não existe endereço fixo. Também a proposta é desenvolver a autonomia deles”, finalizou.

O Consultório na Rua, programa do Ministério da Saúde instituído pela Política Nacional de Atenção Básica (PNAB), que visa ofertar atenção integral à saúde básica para pessoas em situação de rua, prepara ações preventivas ao HIV/AIDS para o mês de dezembro. Serão realizadas, no Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP), localizado na região do Baldo (Barro Vermelho), atividades voltadas à redução de danos, com testes rápidos de HIV e Hepatite (B e C), e ainda distribuição de preservativos.

ASSESSORIA DE IMPRENSA