11 de outubro de 2017 Projeto Samuzinho conscientiza estudantes sobre os prejuízos dos trotes em Natal
Por Ascom Cosems-RN

  

Alunos da Escola Municipal Laércio Fernandes foram os mais novos participantes do projeto ‘Samuzinho‘, que acontece de 15 em 15 dias e é desenvolvido pelo Núcleo de Educação Permanente (NEP) do SAMU (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) Natal 192, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SME). 

Nessa terça-feira (10), os estudantes conheceram as dependências do prédio onde funciona o serviço e as ambulâncias utilizadas nos atendimentos ao público, bem como as principais manobras adotadas para salvar a vida dos pacientes, como primeiros socorros, reanimação cardiopulmonar, manobra de desengasgo, imobilização, e como agir em acidentes domésticos e situações de risco. 

Samuzinho também aborda com os estudantes os prejuízos que os trotes trazem para prestação de serviços para a população, não apenas por parte do SAMU, mas também pelas forças de segurança do Estado, como Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. 

“O projeto é feito para que as crianças da rede municipal tenham noções básicas de como acionar o SAMU e técnicos de primeiros socorros. Na contrapartida, explicamos que os trotes, que muitas vezes vêm das escolas, dificulta muito o serviço: gasto de combustível, tensão da equipe em vão e a assistência de verdade a uma pessoa necessitada fica prejudicada”, afimou Esmeralda Mattoso, coordenadora do NEP do SAMU Natal. 

Somente nos sete primeiros meses do ano, os atendentes do SAMU Natal 192 registraram 1.380 trotes em um universo de 31.429 ligações atendidas. Em todo ano passado, foram 2.956 trotes em um total de 63.093 atendimentos. 

ASSESSORIA DE IMPRENSA